sábado, 26 de maio de 2018

LADRÕES INVADEM RESIDÊNCIA NA COMUNIDADE JUAZEIRO EM NOVA PORTEIRINHA


Uma residência   foi alvo de assaltantes no início da noite desta sexta feira. Segundo informações da vítima a mesma estava em casa quando os autores chegaram ao local. Armados com uma espingarda os ladrões obrigaram o homem a se deitar no chão. Eles então entraram na casa a procura  de objetos de valor. Foram   roubados uma serra mámore, um carrinho de mão, um compressor, além de  235 reais que  os autores encontraram no local. Após  cometer o crime ele fugiram levando todos os objetos no carrinho de mão.

JANAÚBA MG. MULHER É ASSALTADA NA GENTIL DIAS NO RIO NOVO


Uma mulher foi alvo de um assalto na noite desta sexta feira(25) no bairro Rio Novo. Segundo   informações da vítima que tem 19 anos  ela passava pela avenida Gentil Dias  por volta de 7 e 40 da noite desta sexta feira quando  foi abordada por dois assaltantes. De acordo a vítima os autores estariam armados com pistola e  a ameaçaram exigindo  a entrega de uma bolsa que  ela carregava a tiracolo. Sem alternativa a moça entregou a bolsa onde havia  e celulares, três carteiras 2 óculos, cartões de banco  e cerca de 100 reais em dinheiro. após cometer o assalto os autores fugiram do local. A polícia procura por informações que possam levar à identificação dos assaltantes.

Montes Claros terá movimento de apoio aos caminhoneiros domingo (27)

Imagem Ilustrativa/Internet
Os Caminhoneiros, VPR, Direita Minas, PSL, MBL, Ruralistas e a sociedade civil organizada realizam, neste domingo  (27), às 9h, na Avenida Deputado Esteves Rodrigues, em frente ao Senac, em Montes Claros. 
O ato será de apoio ao movimento dos caminhoneiros, que segue em greve em todo Brasil. 
A mobilização é feita pela rede social, em grupos de várias redes.
webterra
http://webterra.com.br/noticia/16490/montes-claros-tera-movimento-de-apoio-aos-caminhoneiros-domingo-27

JANAÚBA MG. Homem é preso por suspeita de homicídio

Divulgação/ Polícia Civil.
Henrique Pereira Gomes, de 19 anos de idade, foi preso, nesta sexta-feita (26), suspeito de ser um dos autores de homicídio ocorrido no dia 13 de fevereiro de 2018, no bairro São Lucas.
A ação, que se deu mediante Polícia Civil de Minas Gerais, através do 11° Departamento, e por meio da Delegacia de Homicídios de Janaúba, ocorreu devido a um cumprimento Mandado de Prisão Temporária por suspeita na participação de um homicídio.
Entenda o caso:
No mês de fevereiro de 2018, Nélio Frederico Cardoso de Abreu foi brutalmente espancado até a morte e corpo dele foi escondido em um matagal, durante uma festa de carnaval.
 As investigações apontaram que a motivação do crime seria o fato da vítima possuir histórico de envolvimento em crimes de abusos sexuais.
 A Polícia Civil continua trabalhando para identificar e prender todas as pessoas envolvidas no crime.
webterra
http://webterra.com.br/noticia/16489/homem-e-preso-por-suspeita-de-homicidio-em-janauba

Compostos cancerígenos do churrasco entram no organismo através da pele


Compostos cancerígenos do churrasco entram no organismo através da pele
Já se sabia a fumaça produzida pelas churrasqueiras contém uma quantidades consideráveis de hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (HPA), compostos cancerígenos que podem causar doenças respiratórias e mutações no DNA. Um novo estudo, porém, mostra que a maior parte dessas substâncias não penetra no organismo dos participantes dos churrasco pelas vias respiratórias, mas através da pele. A nova pesquisa, publicada nesta quarta-feira (23), na revista científica Environmental Science & Technology, foi coordenada por Eddy Zeng, da Escola de Meio Ambiente da Universidade de Jinan, na China, e também envolveu cientistas da Universidade de Pequim, também na China. De acordo com os cientistas, os HPAs, produzidos pela queima incompleta de substâncias orgânicas como o carvão, a lenha e a gasolina, também se formam por meio de uma reação química quando a fumaça entra em contato com a gordura e as proteínas das carnes assadas nas temperaturas elevadas da churrasqueira.
 Estudos feitos com roedores têm mostrado que a exposição prolongada aos HPAs está ligada ao risco aumentado de certos tipos de câncer, incluindo tumores de pele, mama, bexiga, fígado e próstata. A maior parte das pesquisas já feitas, porém, tinha foco na exposição aos HPAs pela própria comida e pela fumaça da churrasqueira. O novo estudo confirma que a maior quantidade de HPAs é absorvida mesmo pela ingestão do churrasco. No entanto, para surpresa dos pesquisadores, o nível de absorção dessas substâncias pela exposição à fumaça é maior pela pele do que pelas vias respiratórias. De acordo com Adelaide Cassia Nardocci, professora da Faculdade de Saúde Pública (FSP) da Universidade de São Paulo (USP), que não está envolvida no estudo chinês, as concentrações de HPA liberadas por um churrasco são pequenas, mas não podem ser negligenciadas, porque elas se somam à exposição praticamente constante a essas substâncias que também estão presentes na poluição urbana. "Sabemos que essas substâncias têm um potencial para causar alterações que podem levar à formação de processos cancerígenos e por isso elas são, sim, uma grande preocupação do ponto de vista da saúde pública. Por causa da poluição atmosférica, estamos expostos a elas ao longo de toda a vida. Em conjunto, a absorção pelas vias respiratórias e a exposição pela via alimentar geram um risco que não é desprezível, ainda que as concentrações sejam muito baixas", disse Adelaide ao jornal O Estado de S. Paulo.
 Segundo Adelaide, a conclusão da pesquisa chinesa é importante para chamar a atenção sobre os riscos envolvidos no preparo dos alimentos. "O churrasco é particularmente preocupante, porque expõe a carne a uma temperatura alta e, além dos compostos já presentes na fumaça, temos a queima da gordura, que contribui para a produção de HPAs. É um processo de preparo que deveria ser evitado na medida do possível - especialmente levando-se em conta essa nova informação de que há uma absorção considerável pela pele", afirmou Adelaide. A professora afirma que a queima da gordura é a parte mais crítica do churrasco, em termos de produção de HPAs. "Em geral, a carne fica por longo tempo na churrasqueira e a gordura vai sendo queimada à medida que envolve o alimento cada vez mais. Feita dessa forma, as substâncias nocivas são incrementadas. É absolutamente desaconselhável expor a carne à fumaça", declarou. Para realizar o estudo, os cientistas fizeram um experimento com 20 homens, com idades de 22 a 25 anos, que participaram de um churrasco de 2,5 horas em Guangzhou, na China. Os participantes foram divididos em três grupos. O primeiro grupo comeu o churrasco, mas tomou precauções para evitar a exposição à fumaça - tanto pelo nariz como pela pele. O segundo grupo ficou ao lado da churrasqueira, exposto à fumaça, mas não comeu carne. Um terceiro grupo não comeu churrasco, utilizou uma máscara especial para evitar a inalação da fumaça, mas ficou exposto à ela. Os cientistas coletaram amostras de urina de todos os participantes antes e depois do churrasco. Eles também coletaram amostras do ar durante o evento, para analisar os níveis de HPAs. Os pesquisadores calcularam, ainda, estimativas da ingestão de HPAs pelos participantes através da comida, do ar e da pele. Como esperado, o consumo da carne assada na churrasqueira correspondeu ao maior nível de exposição aos HPAs. Mas o segunda principal rota de absorção foi a pele, seguida pela inalação da fumaça. O estudo também mostrou que roupas compridas não são suficientes para evitar a absorção de HPAs pela pele. Os cientistas verificaram que as roupas reduziram a quantidade de HPAs absorvida pela pele por um curto período, mas, só até que os tecidos ficassem saturados com a fumaça. (Noticias ao Minuto)

Sobe para 18 o número de mortes por vírus H1N1 na Bahia


Saúde  Postado por Willyam Reis - 24/05 07:16h
Sobe para 18 o número de mortes por vírus H1N1 na Bahia
Subiu para 18 o número de mortes por H1N1 em todo o estado. De acordo com dados divulgados pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) na quarta-feira (23), o número de casos confirmados da gripe subiu de 114 para 153. No último boletim, de 15 de maio, foram contabilizadas 15 mortes. Na capital, de acordo com o novo balanço, foram 11 mortes, seguida de sete municípios: Camaçari (1); Irará (1); Lauro de Freitas (1); Retirolândia (1); Saúde (1); Serrinha (1) e Vitória da Conquista (1). No mesmo período de 2017, não houve mortes por A H1N1. A Sesab informou ainda que até o dia 19 de maio foram notificados 966 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), com 76 óbitos. Desse total de casos, 193 foram confirmados para Influenza, sendo 153 pelo subtipo H1N1. Já em 2017, a Sesab informa que foram notificados 241 casos de SRAG, com 20 óbitos. Dentre eles, 20 casos de Influenza, sendo dois casos de H1N1. A faixa etária de maior ocorrência ficou entre os menores de cinco anos (57 casos e sete óbitos) e maiores de 60 anos (24 casos e cinco óbitos), sendo que 66,6% dos óbitos ocorreram no grupo dos menores de cinco anos. (Bocão News)

Mundo deve registrar aumento de 58% nos casos de câncer, diz Fundo de Pesquisa


25/05/2018 11:26 
Mundo deve registrar aumento de 58% nos casos de câncer, diz Fundo de Pesquisa
Um relatório do Fundo Mundial de Pesquisa sobre o Câncer (WCRF - World Cancer Research Fund, em inglês), divulgado nesta quinta-feira (24), alerta para o grande aumento de casos de câncer nos próximos anos. Intitulado "Dieta, Nutrição, Atividade Física e Câncer: uma Perspectiva Global", o documento ressalta o excesso de peso e a obesidade, somados a estilos de vida com pouco exercício e muita comida "rápida" e processada, como principais fatores no desenvolvimento do câncer. Segundo a Agência Brasil, em 2012, foram registrados cerca de 14,1 milhões de casos de câncer em todo o mundo (7,4 milhões de casos em homens e 6,7 milhões em mulheres). De acordo com o documento, este número deverá alcançar os 24 milhões de casos até 2035, o que representa um alarmante aumento de 58%.
O Fundo Mundial de Pesquisa sobre o Câncer e o Instituto Americano de Pesquisa do Câncer lançaram também recomendações para a redução do risco de desenvolvimento da doença. Baseadas nos estudos mais recentes disponíveis, as recomendações são: ter um peso saudável; ser fisicamente ativo; comer cereais integrais, frutas, legumes e grãos; limitar o consumo de fast-foods assim como de carnes vermelhas e processadas; evitar o consumo de bebidas adoçadas, priorizando o consumo de água e bebidas sem açúcar; limitar o consumo de álcool; optar por satisfazer as necessidades nutricionais por meio de dietas, em vez de consumir suplementos alimentares; amamentar, que é saudável tanto para a mãe, quanto para o bebê. Em 2012, o câncer de pulmão foi o câncer mais comum no mundo, contribuindo com 13% do total de novos casos diagnosticados. O câncer de mama (somente em mulheres) foi o segundo mais comum, com quase 1,7 milhão de novos casos no mesmo ano.
O câncer colorretal foi o terceiro, com quase 1,4 milhão de casos. Entre os homens, o câncer de pulmão foi o mais comum em todo o mundo, representando quase 17% do número total de novos casos, em 2012. Os três principais tipos da doença, pulmão, próstata e colorretal, contribuíram com quase 42% de todos os cânceres (excluindo câncer de pele não-melanoma). Entre as mulheres, o câncer de mama foi o mais comum no mundo, contribuindo com mais de 25% do total de novos casos diagnosticados em 2012. Os três principais tipos da doença, mama, colorretal e pulmão, contribuíram com mais de 43% de todos os cânceres (excluindo câncer de pele não-melanoma). O câncer do colo do útero contribuiu com quase 8% de todos os casos. (BN)